Total de visualizações de página

sábado, 7 de setembro de 2013

PÁTRIA AMADA BRASIL



Quando Gonçalves Dias escreveu Canção do Exílio em 1843, exaltou a saudade da sua terra natal, pois estava exilado em Portugal. Depois disso, outros autores fizeram paródias e recriações.
Se fossemos fazer uma paródia hoje, faríamos utilizando não as belezas que o Brasil ainda tem, mas o lado escuro da corrupção, das drogas, da poluição, do descaso na saúde e educação.
Seria mais ou menos assim: Minha terra tem saudade, dos rios de águas cristalinas, do ar puro e cheiro bom dos meus tempos de menina.
Meu Brasil entristece, com tanta corrupção, o povo é quem padece, por falta de atenção. Nossos impostos cada vez mais elevados, o salário sem motivação, o trabalho não é valorizado e nós ficamos na mão.
Quando estamos apreensivos, nos falta chão, sem forças para lutar, por falta de opção. Meu Brasil de outrora, era um país de gente humilde, hoje apenas na memória.
Meu Brasil de jovens drogados, sem chance de se recuperar, pois o tratamento é caro, não tem como pagar. Ser jovem hoje em dia, é ter o melhor celular, o tênis da marca e na internet ficar. Pátria amada Brasil.
Os sonhos são tão pequenos, sem muita motivação, falta àquela vontade, só querem atenção. Saudades da minha terra, do sair sem medo na rua, hoje é uma guerra, uma verdade nua e crua.
 Queremos um dia, estufar o peito e de novo sentir, orgulho deste Brasil, sem ter que partir dessa terra que amamos, com nossa voz agoniada, Brasil nossa Pátria amada.
Na semana da Pátria, alunos vão desfilar, trabalharam quase um mês, para na avenida passar, mostrando que é possível a educação valorizar e a paz no mundo reinar.

Na minha terra há poucas palmeiras, onde cantava o sabiá, as aves que ainda restam , querem poder cantar, sem a nuvem de fumaça, que não deixa respirar. Não permita Deus que eu morra sem este sonho realizar. Sonhos de tanta gente, que quer dignidade, um emprego uma casa e a vida melhorar, minha Pátria temos muito que fazer talvez um dia esse sonho vá acontecer. O povo brasileiro, jamais perde a esperança, vamos olhar e educar com carinho nossas crianças.

8 comentários:

  1. oi Mari,

    difícil,né?
    as vezes os sonhos morrem dentro do peito de milhares de brasileiros,
    injusto demais...

    beijinhos

    ResponderExcluir

  2. Aplausos pela inteligente abrangência do texto! Perfeita a sua mensagem!
    Bj.
    Célia.

    ResponderExcluir
  3. Tenho esperanças e muita fé em DEUS que nossos netos e bisnetos terão um Brasil bem melhor, ouvindo o canto do sabiá, sentados à sombra das palmeiras.

    Abraços e muita paz pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga! Passando para agradecer a tua honrosa visita e amável comentário, bem como, desejar uma bela quarta-feira com muita paz, saúde e felicidades pra ti e família.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  5. Olá Maristela, sou blogueira, faço um estilo de blog bem diferente do seu, mas antes de ser blogueira, sou pedagoga e seu texto me chamou muito a atenção, fico muito feliz que educadoras como vc tenham esperança de mudanças....bjokas pra vc!

    ResponderExcluir