Total de visualizações de página

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

SOU LIVRE


Sou livre, contra a sociedade. 
Opressora e mascarada
Escrevo meus poemas
Às vezes passo por doida
Tudo isso gera com cansaço infinito
Problemas se antecipam
Mas sinto-me completa
Única...
Não sou sombra de ninguém.
Quando olho no espelho
Sou eu que me vejo.
Sem máscaras...
Sem falsas ilusões...
Sou aquilo que sempre quis ser.
Tenho muita coisa para aprender
Olhar...
Buscar...
O tempo é meu aliado.
Mais à frente, não sei.
Este meu tempo é real.
Sou dona de mim.
O espaço ao meu redor não é limitado.
As pessoas sim...
Os negativos...
Afasto.
Os positivos...
Atraio.
Enfim...
Sou dona de mim...

16 comentários:

  1. Lindo e sábio e é bom sentir-se assim...beijos,chica e ótima semana!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso quando somos livres para ser quem de fato, somos...também me sinto assim...
    Boa semana, beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  3. A liberdade é um direito de todos nós.Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. .


    Por que o dia dos pais
    deixa o homem mais ho-
    mem e a mulher mais do-
    ce?

    Talvez a resposta este-
    ja no meu blog.

    silvioafonso

    Beijos,

    Palhaço Poeta







    .

    ResponderExcluir
  5. Olá cara amiga, bom dia!
    Uma novidade te espera no meu blog.
    Dê uma olhada, e quem sabe desperte seu interesse lhe motivando a participar, o que será, pra mim, uma honra.
    Um abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  6. Livre é a pequena fagulha que abandona a labareda e baila solta no ar.
    Livre é o verso branco, despido de metro e de rima, que vem reto da alma do poeta.
    Livre é o espírito que deixa para trás regras e vãs filosofias e busca seu próprio caminho.
    A fagulha tornou-se cativa do vento.
    O verso ainda é servo do poeta.
    O espírito só encontrará liberdade no Espírito Maior de onde veio.

    Abraços, gaivota...

    ResponderExcluir
  7. Liberdade e responsabilidade pra discernir seus caminhos
    Bjo passa lá tbm ;)

    ResponderExcluir
  8. Gostei da proposta deste poema.
    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Maristela, sua profissão de fé parece estar todinha contida aí.
    Ser sua própria dona pode ser seu jeito de ser feliz.
    Pois seja.
    E a vida continua, eterno aprendizado.

    ResponderExcluir
  10. Belo poema e sempre
    dentro do que nos faz
    nos encararmos de frente.
    Tem coisa melhor?
    Te espero la no post que
    não é um belo poema como o seu é,mas
    é um post na linha da liberdade.
    Vou adorar que apareça.

    ResponderExcluir
  11. Ser-se dono de nós próprios é o acto da maior liberdade!
    Quando escrito num belíssimo poema, é um acto de liberdade e de profunda criação:)!
    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Só a liberdade é capaz de nos prender.

    ResponderExcluir
  13. http://a7.sphotos.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash4/419816_3363930191466_714386852_n.jpg

    ResponderExcluir
  14. Tão triste nasceu hoje o Verão
    Tão agreste sopra este colérico vento
    Tão molhada está esta verde terra
    Tão cinza está um coração em desalento

    Mentem os que disserem que perdi a Lua
    Os que profetizaram o meu futuro de luz
    Mentem os que acharam que não me visto de sentimento
    Os que acham que apenas a mentira seduz

    Acolhi no olhar todas as coléricas vagas que alcancei
    Abracei uma roseira e senti o golpe dos espinhos
    Senti o aroma errante das hortênsias
    Numa viagem por sete caminh

    Bom fim de semana

    Doce beijo

    ResponderExcluir
  15. BOM DIA!!!

    FELIZ VIDA! FELIZ NATAL!!!


    SÓ POESIAS: SINTA... -

    Um espaço feito com muito carinho, amor, dedicação e alegria, para difundir nossa cultura poética. Assim é a coluna “Só Poesias” do “Jornal da Cidade Online”, construída e idealizada por Maria Catherine Rabello e nesta edição com a abertura do poeta Anderson Gouvêa. Confira.

    Edição:
    Jornalista José Pinheiro Tolentino Filho
    Diretor/Editor-chefe

    SUA POESIA ESTÁ AQUI:
    http://www.jornaldacidadeonline.com.br/leitura_artigo.aspx?art=5492

    ResponderExcluir