Total de visualizações de página

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

IMPOR REGRAS PARA OS FILHOS


        
         Regra. Palavra cheia de dúvidas e ansiedades. É certo ou errado impor um toque de recolher para os jovens?  É preciso dar limites a expressão de sua liberdade e pedir respeito? As perguntas muitas vezes permanecem sem resposta ou, como muitas vezes não são aceitas pela criança / adolescente ou pré-adolescente, que não está disposto a ouvir e quer alcançar seus objetivos a qualquer custo.
            No entanto, as regras que queremos são para sempre. Porque o adolescente é um marinheiro inexperiente, está à mercê de um mar traiçoeiro e mutável. Agora pode estar tudo bem, progredindo na escola, cursinho, atingindo o que ele quer. De vez em quando é ruim, é arrastado de volta pela corrente, perde a bússola, orientação, coragem e força. Os pais são e devem ser sempre o porto seguro.
            Então sim exigir as regras. Isso não pode ser universal. Dependem de mil fatores: a idade, sua maturidade, o grupo de amigos que participa a apreensão dos pais, escolas e muitas outras variáveis ​​que deve ser definido pelos pais. O que é verdade para um, certamente não se pode aplicar para outro. Mesmo se os outros estão sempre prontos para comparar a sua situação com a de outros amigos.
             Sempre haverá um grupo que terá mais liberdade. No entanto, se um dos pais considera que o que ele decidiu é certo, vai ter que aguentar. Quem vai controlar o relógio a cada cinco minutos, querendo saber onde, com quem e o que eles estão fazendo? Quem vai chegar mais tarde, cinema e pizza com os amigos, a balada hoje tão contestada?
            Sim, está na hora de dar proibições sobre local que vai, carros de amigos desconhecidos, ou qualquer coisa que os pais consideram errado, mas por outro lado, os pais devem respeitar o tempo que os filhos estão longe de casa e não deixá-los fugir com o único propósito de pegá-los em uma mentira.
            Adolescentes precisam saber que suas ações têm consequências, que se criarem um problema também devem aprender a resolvê-los sem a ajuda dos pais, os pais que sempre apóiam os filhos só vão dar corda para que mais problemas surjam.
            Conceder aos filhos a fazer o que eles querem não é sinônimo de amor, mas a falta de responsabilidade para com eles.

14 comentários:

  1. Excelente texto Maristela!
    Impor regras aos filhos é educar, amar, cuidar... E não é tarefa fácil! [sorrio]
    http://jefhcardoso.blogspot.com lhe convida e espera para ler e comentar “O Grande Circo Nonsense – Vila Abranches”. Abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Um excelente texto com o qual concordo em absoluto. Aquele que educa é quem sabe dizer não. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Imprescindível os limites, pois são eles que governam sempre todas as nossas ações. Não há outro caminho educacional. Parabéns pelo texto! Reflete harmonização e vida com responsabilidade!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  4. Educar é conversar, ensinando, mostrando os limites, sempre dizendo o motivo. Principalmente, creio, educar é dar o melhores exemplos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. E uma Base Familiar sólida é tudo para uma Sociedade!

    ResponderExcluir
  6. É o conjunto de leis, normas e costumes que separa a civilização da barbárie. E as esferas federal, estadual e municipal devem ser complementadas pela esfera familiar, que é a base de tudo. Parabéns pelo enfoque, perfeito. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Gran verdad amiga mía...
    Tu texto está lleno de razón y no puedo añadir nada más.
    Besos
    W.

    ResponderExcluir
  8. Querida vim agradecer sua visita ao Perseverança e o comentario tão gentil.
    Coincidencia ou não tenho lá uma postagem sobre filhos também, rsss é essa nossa vida de mãe está a cada dia mais fazendo sucesso, rsss beijokas
    Nicinha

    ResponderExcluir
  9. Boa noite amiga!!!
    O texto é maravilhoso ,reflexivo...
    bjs de boa noite !!!!!

    ResponderExcluir
  10. oi minha amiga,

    maravilhoso seu texto,
    educar envolve o pesar de muitas vezes dizer não,
    e assim tem que ser,né?

    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Querida amiga

    Há visitas aos lugares amigos,
    para recolher palavras.
    Há visitas a estes mesmos lugares
    Para semear palavras.
    A visita de hoje além da leitura
    das preciosas palavras que aqui encontro,
    é também para agradecer
    a alegria de passar pela sua vida
    e encontrar o perfume da amizade
    de forma tão intensa.

    Que a sede da alegria
    Nunca cesse em ti.

    ResponderExcluir
  12. Excelente texto, coisa de quem sabe educar!
    Parabéns e obrigado por compartilhar.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  13. Hi my fаmily membеr! I wish to say that this
    post is amazing, nice written аnԁ include apρгoximately аll vital іnfoѕ.
    ӏ'd like to look extra posts like this .

    Take a look at my web site; payday loans

    ResponderExcluir