Total de visualizações de página

segunda-feira, 12 de março de 2012

PENSAMENTO VAGO



Apenas um vazio
Um pensamento vago.
Um olhar para o nada.
A noite chega quente.
Sem brisa...
Apenas anoitece.
É incrível como o tempo passa.
E o vazio permanece.
Um coração solitário.
Um aperto no peito.

Vontade de sair correndo.
Um nó na garganta.
Mas o choro não vem.
A vontade é inerte.
Então fecho os olhos.
Minha mente se desliga.
Feliz por mais uma noite.
Poder dormir novamente.
Sem preocupação de acordar.
O sonho não virá.
Acordarei no dia seguinte.
Com apenas um vazio.
Um pensamento vago.

20 comentários:

  1. Vazio onde podemos nos encontrar, onde podemos nos reconhecer, aprender um pouco mais e assim não cometer os enganos passados.Beijos

    ResponderExcluir
  2. E a vida uma grande escola...

    Seja sempre bem vinda na Jubiart! Vou dar um passeio nas suas poesias...

    Tenha uma ótima semana!

    Beijoooooooooo

    ResponderExcluir
  3. é um vazio que acaba por encher

    beijinho
    LauraAlberto

    ResponderExcluir
  4. OI MINHA FLOR, VIM AGRADECER SUA VISITA.
    AMEI SEU BLOG,ADOREI SEUS PENSAMENTOS , VOLTAREI SEMPRE .
    DESEJO A VOCE UMA OTIMA SEMANA CHEINHO DE COISAS LINDAS!!!!!!!!!!!!
    BEIJOS COM PERFUME DE FRESIAS E LAVANDAS**********************
    REGIN IARA

    ResponderExcluir
  5. LINDO POEMA MARI UM TANTO NOSTALGICO MAS SEM PERDER A BELEZA
    É PRECISO SONHAR RECEBER O NOVO DIA COM ENERGIAS NOVAS LUZ DO SOL DO AMOR DE NOVAS ESPERANÇAS BJS COM CARINHO MARLENE

    ResponderExcluir
  6. A vida é como uma viagem de barco, subindo e descendo conforme o balanço das ondas.
    Graças aos amigos, não se perde o horizonte. E quando se naufraga,
    a amizade é a âncora que te apoia enquanto buscas um novo rumo.
    Graças a sua amizade eu ainda continuo remar com
    rumo certo .
    Estou cansada sim mais não desanimada a cada visita que recebo
    longe voa minha esperança.
    uma linda semana beijos ternos e carinhosos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  7. Possa um vago pensamento
    Tomar corpo em tua alma
    Transformando-se em momento
    De felicidade e calma.

    Abraços, Mari.

    ResponderExcluir
  8. oi minha amiga,

    as vezes é nesse vazio,
    que encontramos muitas
    respostas...
    muito lindo!!!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Eu queria trocar tds meus pensamentos por alguns instantes de vazio.
    Bjos boa semana ;)

    ResponderExcluir
  10. Olá Maristela,
    Lindo poema!
    Em quantas e quantas noites me sinto assim, pensamento vagueando na escuridão do quarto, em busca de um sono que tarda a chegar.
    Um grande beijo, amiga.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Pensamento vago ou não é sempre importante. Sempre nos fazem pensar, repensar, querer e não querer... São pensamentos, por vezes, nocivos de almas tão puras quanto a de quem escreve!
    No entanto, se felicidade trás, mesmo que vago ou nada seja sobre o pensamento, os olhos se fecham e a música toca no coração... a calma, a tranquilidade, o sentimento.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Lindo poema...gosto cada vez mais daqui :)
    Um beijinho!

    ResponderExcluir
  13. Tem dias que é assim mesmo. O olhar fica vago, o coração fica vago, e nós só ficamos vagando, sem nada nos fixar a emoção. Sabe um bom remédio para momentos assim? Brincar com crianças, rsssssss. Elas tem um pó de pirlimpimpim de nos recolocar o brilho no olhar e no coração.
    Grande abraço e muita doçura para te preencher!

    ResponderExcluir
  14. Olá coleega!

    Bacana sua escrita!
    Ah! o Vazio...
    o vazio...


    E ah! Agradeço pela passagem, há alguns dias, pelo meu blog... sinta-se bem-vinda sempre! (:


    Bjo, bjo

    http://bonecadebolso.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Eu gosto do vazio... nele cabe tudo. Por isso sempre me lanço aos abismos, de mim mesma e do mundo.

    fico feliz em conhecer teu espaço.
    um abraço grande!

    ResponderExcluir
  16. É o aço desse vazio que nos dá adiposidades poéticas ...

    Prazer estar aqui,querida !

    Um beijo !

    ResponderExcluir
  17. belo poema, a angústia é terrível...

    ResponderExcluir